Buscar
  • CP Fisiatria

TOXINA BOTULÍNICA

A toxina botulínica é uma neurotoxina é produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Em tratamentos terapêuticos é usado o tipo A, e quando aplicada em sua forma purificada, bloqueia as mensagens de contração enviadas do cérebro para os músculos, o que causa relaxamento local.

Uma das vantagens do uso da toxina botulínica é o fato dela agir como uma terapia de apoio: pode ser usada de forma isolada, como apoio em outras terapias ou em conjunto com outros medicamentos. Cada caso deve ser analisado individualmente, mas de forma geral a toxina botulínica pode ser aplicada a cada 3 meses.

O paciente melhora seu humor, sono e outras alterações que possa ter tido em sua rotina. É considerado um tratamento seguro e eficaz, por isso com a melhora dos sintomas, os pacientes começam se livrar de medicamentos - como analgésicos – e por consequência, de seus efeitos colaterais.

A infiltração de toxina botulínica é feita diretamente no local que precisa ser relaxado e ajuda em diversos desequilíbrios de saúde, tais como: estrabismo, excesso de suor, espasticidades, sequelas de lesões encefálicas, torcicolos e enxaquecas. Consulte um neurologista para saber se você pode se beneficiar desse tipo de tratamento em busca de uma vida sem dor.


© 2018 Todos os Direitos Reservados para Clínica Paulista. Desenvolvido por Agência OQF.

  • Facebook
  • Instagram